Autor Tópico: MOTOR7 - YAMAHA - CUIDADO.  (Lida 3359 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline DIMAN

  • Scootard
  • ****
  • Mensagens: 488
  • Sexo: Masculino
  • SWCI - ITALIA SILVERWINGALADOS - ESP.
  • Modelo: HONDA SW 400
  • Localidade: CASCAIS
MOTOR7 - YAMAHA - CUIDADO.
« em: 13 Mai | 2013 | 09:55 »
Como sabem infelizmente tive o azar de comprar uma moto a estes senhores - Uma T-Max 500 modelo de 2007 com ABS, e matrículada em 2008.


Na página da internet é fácil verificar a forma como publicitam a qualidade das motos usadas, nomeadamente vincam bem que todas as motos usadas são sujeitas a uma inspecção rigorosa em não sei quantos pontos, etc etc, e que ao comprar ali uma usada vai com uma garantia especial como se fosse nova, blá blá blá blá, etc


Passado cerca de duas semanas de ter a moto tive a primeira avaria, a moto ia-se abaixo de repente e depois não pegava.


Levei-a lá e disseram-me que era só os cachimbos da velas.


Logo aí fiquei de pé atrás - então se a motos são revistas rigorosamente em todos os pontos como é que uma porcaria de um cachimbo com mau funcionamento não foi detectado.


Não tardou muito a moto estava a avariar outra vez, desta vez foi de imediato constatado que era a bomba de gasolina.


Passado uns dias fui buscar a moto e disseram-me que tinha levado uma bomba de gasolina nova.


Agarrei na moto levei-a para a oficina do meu primo e desmanchei-a toda, e o que foi que constatámos:


- filtros de ar (todos os 3) todos sujos a um ponto que nem dava para limpar
- roletes quase quadrados
- óleo em excesso e muito mas muito sujo
- óleo de travões muito sujo e cheio de borras (nunca deve ter sido mudado)


Dado este panorama, pensei assim: ou vou lá ao cromo com a moto assim e secalhar ainda vou-me enervar e andar à chapada, e depois processos em tribunal por agressão, e por burla, custas judiciais, advogados ...


Nãaa ....


Digo ao meu primo para me arranjar aquela m***a toda, e borrifei-me para a garantia, pois dado o calibre de toda a porcaria e mentiras, possívelmente ainda iria haver mais tourada se lá pusesse a moto para ser "arranjada".


Entretanto começo a ter o seguinte raciocínio - fds... se a mota está assim e o gajo só me espetou mentiras, então a bomba da gasolina deve ser tão nova como eu.


Toca de tirar o deposito e retirar a bomba de gasolina e ... adivinhem lá ... pois, era nova mas é o c....


Comprei eu uma nova (com um bom desconto) e montei-a.


Entretanto guardei a velha (aquela que supostamente era a nova) para daqui a uns dias ir lá esfregar-lhe o focinho com ela.


E para terminar, aqui há uns dias atrás a moto simplesmente morreu-me em plena Auto-estrada e na faixa da via verde (sem comentários).


Diagnostico prévio ainda a confirmar (mas feito por quem sabe e é competente) - motor agarrado (valvulas ou pistões) ou correia da transmissão de ferro (do lado esquerdo) partida.


Escusado será dizer que nunca mais vou montar-me naquela scooter.


Vai ser vendida assim mesmo avariada e tudo.


Quanto ao concessionário MOTOR 7 escusado será dizer que é para nunca mais lá voltar, nem para comprar um parafuso que seja.