Autor Tópico: Muitos modelos na cabeça, e agora o que riscar?  (Lida 1243 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline leopp

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
  • Modelo: Apeado
  • Localidade: Porto
Muitos modelos na cabeça, e agora o que riscar?
« em: 23 Mar | 2016 | 20:25 »
Boa tarde a todos,

Tal como disse na apresentação comecei a ficar interessado numa scooter 125.
E pelo que fui vendo este é o melhor fórum para tirar algumas dúvidas e pedir ajuda.

Posso começar por dizer que ainda não fui fazer nenhum test-drive pois ainda não tenho um tipo de scooter definido. Pois pelo que fui vendo tenho encontrado alguns modelos em cada “segmento” que me vai chamando à atenção.

Claro que a nível de orçamento quanto menos melhor, e estava a pensar no máximo 3000€ excluindo a documentação.

Falando um pouco de mim e do percurso, tenho 1,84 m e peso 94 kg e o principal percurso em que estou a pensar utilizar a scooter será para fazer em dias soalheiros cerca de 40 km por dia (viagem casa-trabalho-casa) ou seja 20 km por percurso.
Destes 20 km, 12 deles são em auto estrada e 6 em estrada e 2 cidade.

Julgo que perante este resumo que dei, o “segmento” que se enquadra melhor são as maxi tipo Honda Forza 125 ou Yamaha X-MAX 125 (mas o preço é proibitivo para mim).
Neste segmento para o meu orçamento julgo que a melhor é a SYM – GTS 125 EVO ou então a keeway Silverblade efi 125
No entanto coloco a questão se a tão aclamada Honda PCX 125 ou a sua “nova” rival Yamanha NMAX 125 se enquadram bem no resumo que coloquei, serão pequenas demais? Aguenta bem os 12 km de auto estrada?
Também gostava de chamar para o barulho as do segmento “roda alta” por exemplo a SYM HD2 125, Honda SH 125, kymco People One 125 ou Yamaha Xenter 125.

Será que todas elas tem pulmão para andar na auto estrada?

Como podem ver são bastantes modelos que pretendo reduzir o máximo que puder para que possa ir fazer um test drive.

Conseguem ajudar-me?

Obrigado a todos.