Autor Tópico: Nova Maxiscooter BMW : Ficção ou Realidade  (Lida 2929 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline MLVtecpt

  • Aspirante
  • ***
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
  • Modelo: Apeado
  • Localidade: Algueirão
Nova Maxiscooter BMW : Ficção ou Realidade
« em: 26 Out | 2009 | 21:24 »
Fake ou verdadeiro?!?



BMW SCT 800, a maxi-scooter alemã!!!

Duolever, monoshock e 70 CV para a SCT 800 da BMW

Apenas saíu na mesa de desenho de Oberdan Bezzi e já deu a volta ao mundo. Trata-se de uma foto montagem do que poderá ser o regresso da BMW ao segmento das scooters. Agressiva, inovadora e com um inconfundível «sabor» BMW.

É tão somente uma foto montagem mas tem tantos detalhes que bem que pode passar pelo último projecto da casa germânica. A SCT 800 incorpora um motor derivado da F800 com 70 CV e 4 válvulas, jante 16”, mono amortecedor monoshock, montado debaixo do motor e suspensão dianteira telelever tal como declarou o criador desta moto.

De qualquer forma e, desde já, dois reparos. O trem dianteiro é um Duolever herança directa do que monta a K1200S desde 2004 e que, como é lógico, teria um grande trabalho de adaptação !!!

Por outro lado o propulsor bicilíndrico de 800 cc da BMW poderia aproveitar a sua termodinâmica, mas seriam necessários novos carters muito diferentes aos utilizados na F.

À vista desarmada parecem exageradas as dimensões das jantes de 16” pois é de prever que a distância entre eixos seria enorme para uma scooter, mas depois de efectuados alguns cálculos por quem sabe ... os mesmos dizem de que, não só seriam executáveis estas medidas, como teria uma distância entre eixos, menor – uns 1.440 mm – comparada com a Yamaha TMax 500, com 1.575 mm, e jantes de 15”.

Com estas medidas e se a BMW consegue um peso competitivo poderá colocar em causa as qualidades dinâmicas da TMax 500, a autêntica referência no mundo das scooter.

Vem a propósito recordar as palavras do Director Geral da BMW Motorrad, Hendrik von Kuenheim, que declarou no BMW-Day do passado ano que «Sem dúvida que o mercado das scooters é um negócio enorme, basta como ver a Itália, França ou Espanha e que crescerá também nos Estados Unidos, pelo que é algo que estamos a estudar. No mundo das maxi-scooters existem dois tipos de utilizadores bem diferenciados, os da Suzuki Burgman e os da Yamaha T-Max, conceitos bem diferentes mas não posso falar sobre que exemplo seguirá a BMW».

Sem dúvida há que felicitar Oberdan Bezzi, pois criou o que se prevê será um autêntico sucesso de vendas no segmento das maxi-scooter. Atractiva, potente, desportiva e com um inconfundível estilo alemão.



O que acham?!? Será que sairá algo vindo da BMW em 2010?!?  ???