Autor Tópico: A minha opinião sobre a experiência com a Piaggio X10 350i.  (Lida 6868 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline clhb001

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 44
  • Sexo: Masculino
  • Modelo: Piaggio X10
  • Localidade: Setubal
A pedido de alguns membros aqui fica a minha opinião sobre a piaggio X10.

A mota foi comprada em segunda mão no dia 28 Maio. Tinha 9 meses e 6500kms. Uns pequenos riscos na peça amovível da parte lateral feito na garagem mas tirando isso estáva impecável.

Paguei 64,96 euros pela transferência de nome (55,30 + 9,66 comissão cartório).

Como referi num outro poste tenho uma Virago XV1100 e esta é a minha primeira scooter logo não tenho termo de comparação na gama maxi.

Já fiz cerca de 2000kms com a mota e estou satisfeito com a compra.

A performance e o comportamento do motor é agradável. Mesmo a subir continua sempre a acelerar sem grandes problemas. De 120kms passa facilmente ao 140 para uma ultrapassagem.

O sistema combinado de travagem é suave mas excelente. Travando só com o esquerdo sente-se a mota a baixar a frente e para sem grandes dificuldades.

Lí algumas críticas sobre a distância da manete de travagem. Como tenho as mãos grandes não sinto grande dificuldade em travar contudo penso que não se perdia nada em ter umas manetes ajustáveis.

O espaço para as pernas para uma pessoa de estatura média é bom. Para mim com 1,93mts preferia que fosse um pouco maior.

A posição de condução é agradável e o apoio lombar faz o seu trabalho.

O pendura de 1,75mts está súper contente com o assento e posicionamento dos pousa pés.
O espaço de arrumação por baixo do banco é suficiente para dois capacetes. Como é todo amplo cabe perfeitamente as compras do supermercado sem grande necessidade de arrumação.

No geral a qualidade dos plásticos, manetes, etc... é boa embora na minhã opinião existem pontos a melhorar.

A situação da tinta do escape no meu caso ainda não largou.
Já lavei a mota e também não notei água nas ópticas.

A tampa do espaço de arrumação do lado esquerdo por baixo do guiador está com falta de pressão na mola fazendo com que a tampa tenha alguma trepidação em estradas mais sinuosas. Ponto para tentar rectificar na revisão dos 10mil.

Diariamente faço 125kms em que 2/3 são em Auto-estrada (Margem Sul -> A2 –>A5 e voltar). Consumo médio de 3.2lts (calculo manual em que a média = ((lts*100)/kms) considerando sempre número de kms feitos até novo atestamento). As acelarações são moderadas e a média na auto-estrada está entre os 110 e 120kms (6 e as 7 mil rotações).

No final da semana vou aferir com GPS para perceber a percentagem de erro do conta Kms em relação ao real.

A função ECO faz com que a aceleração de arranque seja mais suave mas mesmo assim continua bastante agrável

A parte aerodinâmica é muito boa. Já apanhei chuva ligeira e cheguei a casa limpo e sem estar molhado.

Como sou alto sentia alguma trepidação e barulho no capacete provocado pela deslocação do ar tornando-se incomodativo passado algum tempo. Resolvi o problema com a compra do pára-brisas GIVI com dimensões um pouco maior que o de origem (mandei vir de um site Italiana, ficou por 120 euros já com portes de envio. Cá pediam 150euros). A montagem é simples e esteticamente não se perdeu muito e faz uma grande diferença para melhor em termos de conforto. Agora sim parece uma verdadeira GT.

O botão para ligar os 4 piscas deveria estar posicionado justo aos comandos e não onde está. Caso seja necessário ligar existe a necessidade de se tirar a mão do guiador e os olhos da estrada. Ponto menos favorável

Toda a restante ornamentação das luzes nos comandos,  manómetros assim como o computador de bordo em azul embeleza a mota. Os médios e os máximos dão boa luz para uma condução nocturna.


No geral penso que esteja tudo dito.

Se alguém tiver alguma questão é só colocar.

Boas curvas.